Jesus o bom pastor

Domingo, 12/Maio/2019 – Ano C – Evangelho São Lucas.

4º Domingo da Páscoa – Reflexão sobre a Palavra de Deus.

Pe. Cássio Santos, CSS – Santuário N. Senhora Fátima – Palmas-TO.

 

Semeando a Palavra de Deus.

“O cordeiro imolado é digno de receber o poder, a riqueza, a sabedoria e a força, a honra, a glória e o louvor” (Apocalipse 5,12).

 

LEITURAS DO DOMINGO:

Primeira Leitura: Atos 13,14.43-52;

Salmo Responsorial: 99(100);

Segunda Leitura: Apocalipse 7,9.14b-17;

Evangelho: João 10,27-30;

 

Neste 4º Domingo do tempo da Páscoa, somos convidados a meditar sobre Jesus o Bom Pastor, que dá a vida pelas ovelhas. Esse Domingo é conhecido como o dia mundial de orações pelas vocações. A 2ª leitura enfatiza que Jesus é pastor e o cordeiro: “o Cordeiro, que está no meio do trono, será o seu pastor e os conduzirá às fontes da água da vida. E Deus enxugará as lágrimas de seus olhos” (Ap 7,17). O evangelho apresenta Jesus como o pastor por excelência. E Jesus afirma no evangelho: “As minhas ovelhas escutam a minha voz, eu as conheço e elas se me seguem” (v. 27). Ora, Jesus é o Pastor. A função do pastor é cuidar das ovelhas a fim de que não se percam. Jesus é o pastor ideal e verdadeiro. As ovelhas somos nós, o povo de Deus. Jesus afirma que as ovelhas escutam a sua voz. O dom de escutar é fundamental na relação com Deus e com Jesus. Devemos escutar a voz de Jesus como o bom pastor. E para escutar o Senhor é preciso fazer silêncio, apreciar a solidão, como afirma São Gaspar Bertoni (1777-1853). Jesus afirma conhecer as ovelhas. O verbo conhecer na Bíblia significa fazer a experiência pessoal, ter convivência com algo concreto. Então, Jesus nos conhece literalmente. Jesus como bom pastor faz primeiramente a experiência conosco. As ovelhas seguem Jesus. O seguimento evidencia a relação entre o Mestre e o discípulo, entre o pastor e a ovelha. Essa relação se atribui a Jesus como o Pastor fiel e verdadeiro e nós, povo de Deus, que somos as ovelhas. Jesus promete a vida eterna e o cuidado eterno: “Eu dou-lhes a vida eterna e elas jamais se perderão. E ninguém vai arrancá-las de minha mão” (v. 28). Jesus é o Pastor atento a cuidar e a proteger. O salmo 23 nos ajuda a aprofundar a meditação: “Ele me faz descansar em verdes prados, a águas tranqüilas me conduz. Restaura minhas forças, guia-me pelo caminho certo, por amor do seu nome”. Jesus bom pastor cuide de nós!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *