Informativo Mensal - Mês de Agosto.

Informativo Mensal – Agosto de 2018

Informativo Mensal - Ano XXXIX - n.º 516 - Agosto 2018

PENSAMENTO DO MÊS

        “Não fostes vós que Me escolheste; fui Eu que vos escolhi e vos designei para dardes fruto e para que o vosso fruto permaneça” (Jo 15,16). Não fostes vós por primeiro – diz Jesus – a Me escolher como Mestre e Senhor, mas Eu, antes de qualquer vossa iniciativa, vos escolhi e chamei. Mediante minha vocação e graça, vos tornastes Meus amigos, discípulos e apóstolos. Na parábola da videira e dos ramos, insiste: assim como o agricultor escolhe as melhores videiras para plantar na vinha, também vos escolhi, ó apóstolos, para vos plantar em minha Igreja, como as melhores videiras,  transformadas pela minha graça, a fim de que produzais uma boa colheita de uvas, ou seja, todo um povo de fiéis, numeroso e bem formado (Jo 15,1ss).

        Cristo fala desse jeito, para mostrar a grandeza de seu amor para com os apóstolos, pois, entre todos os outros seres humanos, até mais nobres, doutos e eloquentes, preferiu escolher, como Seus apóstolos, exatamente aquele grupo, tornando-o Seus amigos especiais e príncipes de Sua Igreja. Com isso, incentivava-os a Lhe retribuir tamanha graça, por meio de um amor dedicado e de uma constante veneração.

        Quis levar os apóstolos a considerar a enorme dignidade de sua condição e da tarefa apostólica para que se empenhassem, do modo mais adequado, ao seguimento radical. Além disso, em razão da escolha realizada por sua própria iniciativa, Cristo propôs aos apóstolos uma lição de humildade, como se dissesse: Eu vos chamei amigos e vos coloquei a par de Meus segredos mais íntimos, mas não deveis, por isso, vos orgulhar, porque tal distinção não é merecimento vosso, e, sim, puro dom de Minha parte.

        O Senhor, finalmente, insiste em relevar que Ele mesmo constituiu os apóstolos em sua dignidade, a fim de que sintam ilimitada confiança.

        Se o que possuem vem dEle, ninguém jamais poderá impedir a missão de conseguir uma grande multidão de almas no mundo. Em síntese, Ele permanecerá sempre com eles e será contínua garantia de sua fecundidade na produção dos frutos para o Reino de Deus.

A Gramática de Pe. Gaspar


ANIVERSARIANTES

07 – Pe. Valdomiro Alves Barbosa

ANIVERSÁRIO DE ORDENAÇÃO

31 – Pe. Jarbas Rodrigues Matos (2008)

31 – Pe. Adriano José dos Santos (2008)

ANIVERSÁRIO DE FALECIMENTO

† 12/08/1990 – Pe. José Bazzon


INTERNACIONALIZAÇÃO CONGREGACIONAL

        Nos últimos anos, nos Capítulos Gerais, Provinciais e reuniões, como na do Capítulo dos Superiores, o tema da internacionalização Congregacional, tem sido ponto obrigatório nas pautas. Nossa Província, por muitos anos, tem se mantido em silêncio, até certo ponto sendo omissa, a esse apelo latente da Igreja, de nos abrirmos a outras realidades e culturas, pois temos muito para colaborar e oferecer.

        A internacionalização, é uma realidade intrínseca à fé cristã, pois o próprio Cristo não se limitou a barreiras geográficas e orientou seus discípulos :“Vamos seguir para outros lugares, às aldeias vizinhas, a fim de que Eu pregue ali também, pois foi para isso que Eu vim” (Mc 1,38).

        Por muitos anos, recebemos Missionários de outras terras e, agora, eles nos pedem esse auxilio num momento de carência humana. Neste sentido, o Padre Bruno Facciotti, Provincial da Província Santa Maria da Esperança, Sul da Itália, nos solicitou ajuda na disponibilização de um confrade para a Missão, num período em que sua Província conta com confrades idosos e, muitos deles, enfermos.

        Em diálogo com o Conselho Provincial, nos sensibilizamos para essa realidade e indicamos o Padre Wenderson da Silva Nascimento que acolheu de bom grado a tarefa de colaborar, em nome da Província São José, com a Província italiana. Pe. Wenderson está em fase de organização da documentação necessária e deve partir em meados de
setembro deste ano.

        Acolhemos, também, o pedido do noviço Jonathan Borges Cunha que deseja cursar os estudos de teologia, no período do Professório, em algum seminário fora do Brasil. Temos dialogado com o Superior Provincial da Província Santo Cruz sobre a viabilidade do mesmo ser destinado ao Seminário de Santiago do Chile, onde os professos da Província irmã têm realizado os estudos teológicos. Agradecemos imensamente, a acolhida do desafio por parte do Pe. Wenderson e a iniciativa do noviço Jonathan. Sabemos que não é um caminho fácil a ser trilhado, mas, com a força de Deus e do Espírito Santo, lograrão êxito nessa nova caminhada.

        São alguns passos que vamos estabelecendo rumo ao amadurecimento da internacionalização. Pedimos o apoio e as orações de todos os confrades, para que sejam ações apoiadas por todos e abençoadas por Deus, pois agimos em benefício de seu Reino.


ECONOMIA PROVINCIAL

        Por determinação dos Capitulares do XIV Capítulo Provincial e, em solidariedade com a realidade econômica atual, ficou estabelecido que todas as treze Paróquias da Província destinem 5% do resultado financeiro da Festa Patronal, para o Caixa central.

        Solicitamos aos Párocos, que possuem o controle financeiro das Paróquias, que conscientizem os Conselhos Econômicos e façam esse repasse com fidelidade.

        Agradecemos àqueles que já o fizeram; isso demonstra sinal de gratidão e sensibilidade para com a nossa Congregação Religiosa, cujo maior sinal de pertença, é a partilha.


POSSE DO NOVO PÁROCO

        Em celebração Eucarística, presidida por D. Edson José Oriolo dos Santos, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte –MG. tomou posse, como Pároco da Paróquia São Gaspar Bertoni, o Pe. João Batista Irias dos Santos, CSS.

        A celebração, teve início às 19 horas, do dia 08 de julho de 2018, na Igreja Nossa Senhora Aparecida e contou com a participação de muitos paroquianos.

        Rogamos a Deus, que derrame sobre o Pe. João Batista Irias dos Santos, profusas graças e bênçãos, para que possa bem desempenhar sua atividade pastoral.


FESTA DO DIVINO PAI ETERNO

        No período de 21 de junho a 01 de julho, na Cidade de Panamá, Sul de Goiás, celebrou-se o Centenário da Festa do Divino Pai Eterno. No dia 21 de junho diante da imagem do Divino Pai Eterno, no trevo da BR153, Dom Antônio Fernando Brochini deu-nos a bênção e, de forma esplendorosa, houve a caminhada penitencial, com milhares de pessoas. Tudo muito lindo, para louvar, bendizer e agradecer ao Divino Pai Eterno, tantas bênçãos derramadas sobre os seus romeiros. Dom Antônio Fernando Brochini como o “Bom pastor que dá a vida por suas ovelhas” (Jo 10:10), foi à frente, conduzindo todo o povo de Deus, na grande caminhada até o Santuário do Divino Pai Eterno. Lá, o mesmo presidiu a Santa Missa, que foi concelebrada pelos padres Silvanir Fagundes de Oliveira e Tim da cidade de Canápolis. Como de costume, e por ser algo tão aguardado, foi servido um delicioso caldo, feito por voluntários do Santuário. Durante a festa, passaram inúmeros fiéis, devotos do Divino Pai Eterno.

        Tivemos várias Missas, durante todo o dia, presididas por padres da Diocese de Itumbiara e da Província São José. Nesse período, os Seminaristas, Diáconos e Padres : Josinaldo Filomeno da Silva, Divino Pereira Caixeta, Fernando de Assis Queiroz, Adriano José dos Santos, Irandes, Vitor, José Luiz, Luiz Fernando, Tim, Roger Evangelista Rodrigues, Allan, Custódio José do Amaral, Donizete, Firmo, José Maria, Marcos, Thiago, Frei Oscar, Frei Paulo, se revezaram atendendo confissões, dando bênçãos e orientando o povo de Deus.

        Durante os 11 dias, cerca de 170 mil pessoas, passaram pelo Santuário Divino Pai Eterno, participando das Missas, novenas e outras atividades religiosas, organizadas pela Comissão de Festa.

        No último domingo, dia 01 de julho, o encerramento foi marcado por grande emoção: às 17 horas, houve a procissão com o andor do Divino Pai Eterno, pelas ruas da cidade. Mas, como era muita gente, ficava difícil de se mexer. Tudo muito lindo e bem organizado. Após a Missa, presidida por Dom Antônio Fernando Brochini, as crianças do Santuário encenaram, como tudo teve início, desde 1918. O povo ficou maravilhado e emocionado. Depois da Missa, após a queima de fogos, aconteceu o sorteio de um carro MOBI 0 KM. Toda a renda reverterá em prol da construção do Novo Santuário, que já está a todo vapor, com as fundações em pleno andamento.

        Aproveitamos, mais uma vez, para agradecer a Dom Antônio Fernando Brochini o apoio e confiança, ao Superior Provincial, Pe. Adriano José dos Santos e a todos os padres, diáconos e seminaristas, que se doaram na realização do Centenário da Festa em Louvor ao Divino Pai Eterno. Que o Pai Eterno, abençoe a todos!


FALECIMENTO

        Faleceu em Goiânia, na manhã do dia 29/07 o Pe. Dálton Chaves. Ele esteve internado, nos últimos meses, na UTI do Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG), com um quadro clínico bastante grave, devido à paralisação das funções renais.

        Pe. Dálton, nasceu em Ituiutaba-MG, no dia 14 de setembro de 1930, em uma família autenticamente cristã e católica, recebendo de seus pais e familiares, desde a mais tenra idade, os ensinamentos da religião. Entrou para o Seminário Estigmatino, ainda criança, e fez parte dos seus estudos no Brasil (em Rio Claro e em Ribeirão Preto, SP) e, posteriormente, foi enviado à Itália, para cursar a Teologia. Retornando ao Brasil, foi ordenado sacerdote por seu tio, D. Orlando Chaves, Arcebispo de Cuiabá-MT. Trabalhou em diversas paróquias da Província Santa Cruz e, também, foi Mestre de Noviços, por diversos anos, em Campinas-SP. Em 1999, desejando estar mais próximo
de seus familiares, Pe. Dálton veio trabalhar na Província São José, por primeiro em Ituiutaba, depois em Uberaba e, nos últimos 15 anos, em Goiânia-GO.

        Agradecemos a Deus, Nosso Senhor, pelo testemunho do Pe. Dálton e pela sua incansável e amorosa dedicação ao trabalho pastoral. Obrigado, Pe. Dálton. Que Deus o receba no seu Reino e o recompense por esta generosa e fecunda entrega da sua vida à Congregação e à Igreja.

“Aquele que se permite discernir a vocação
conhece o rosto misericordioso do Pai.”

“Sair, ver e chamar”: o dinamismo da Pastoral
Vocacional, segundo o Papa Francisco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *