Como parte da vinha de Deus devemos produzir frutos – Marcos 12,1-12.

Segunda, 04/junho/2018 – Ano B – Evangelho São Marcos.
9ª Semana tempo comum – Reflexão sobre a Palavra de Deus.
Pe. Cássio Santos, CSS – Par. Santíssima Trindade – Goiatuba-Go.

Semeando a Palavra de Deus.
“Por acaso, não está na Escritura: A pedra que os construtores deixaram de lado tornou-se a pedra mais importante” (Marcos 12,10).

Leituras do dia – 1ª: 2Pedro 1,2-7 – Salmo: 90(91) – Evangelho: Marcos 12,1-12.

No evangelho de hoje Jesus conta a parábola da vinha para nos fazer refletir sobre o reino de Deus que deve ser acolhido e não rejeitado. A vinha representa Israel, o povo de Deus dos primeiros tempos (Cf. Is 5,1-7). No vers. 7 afirma-se: “Pois a vinha do Senhor dos exércitos é a casa de Israel, sua plantação querida, a gente de Judá. Onde esperava o direito, está a tirania, onde esperava a justiça, o clamor do oprimido”. Ao inspirar-se nesta imagem da vinha, Jesus reflete com os dirigente de Israel sobre o fato de não ser acolhido como Messias e como Senhor por eles; Jesus foi enviado por Deus para salvar a humanidade pecadora. O dono da vinha é Deus. Os agricultores são os chefes de Israel encarregados de conduzir o povo no conhecimento de Deus e nas verdades da salvação. Os empregados são os profetas enviados por Deus para apontar os caminhos do Senhor na vida do povo. Lembram de João Batista? Os profetas foram rejeitados e alguns mortos. O filho querido é Jesus, que é rejeitado também como os profetas que vieram antes e acaba a experimentar a morte. Jesus é a pedra de sustentação rejeitada: “A pedra que os construtores deixaram de lado tornou-se a pedra mais importante” (v.10). Ora, Jesus é a pedra da salvação. É o tesouro, é a pedra preciosa que devemos encontrar e não perder jamais. Entretanto, Jesus enfrentou a perseguição e a rejeição por parte de muitos judeus. Devemos meditar sobre como nós estamos no tempo presente acolhendo Jesus. Nós estamos enfrentando o secularismo nos tempos atuais. Muitas pessoas trocam Jesus pelas coisas do mundo e vão aos poucos se afastando de Deus; e se tornam ignorantes quanto à existência da salvação em Jesus Cristo. Guardemos a Palavra de Deus no coração: “Em nenhum outro nome há salvação, pois não existe debaixo do céu outro nome dado à humanidade pelo qual devamos ser salvos” (Atos 4,12). Portanto, devemos acolher Jesus como nosso único Senhor e salvador!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *