Vocacional

A Pastoral Vocacional é um organismo da Província São José com a finalidade de auxiliar os candidatos à vida religiosa no processo de discernimento de sua vocação. Neste processo, a pastoral acompanha o candidato pelo menos por um ano, procurando dar a ele elementos que o ajudem a discernir a sua vocação.

Para melhor compreender o trabalho da Pastoral Vocacional, bem como, se você está interessado em saber mais sobre a vida religiosa Estigmatina, recomendamos a leitura completa desta página, não necessariamente na ordem em que os tópicos são apresentados:

O Chamado 

Em toda e qualquer vocação Bíblica há sempre uma proposta de alguém (DEUS) e uma resposta do homem. Daí já se conclui que toda vocação exige um chamado e uma resposta. E é na concretização destes dois elementos (chamado e resposta) que a vocação se torna uma realidade pessoal em nossa vida.

A história de cada Vocação Religiosa, Sacerdotal, bem como de qualquer outra Vocação Cristã é a história de um inefável Diálogo entre Deus e o Homem, entre o amor de Deus que chama e a Liberdade do Homem, que no amor responde a Deus. Por isso, na vocação cristã, religiosa e sacerdotal, o Chamado é, e sempre será, iniciativa de Deus. É Deus que chama por amor ao homem, ao seu seguimento. É Deus que por amor quis precisar do homem para a construção do seu reino. É Ele que nos chama sempre por amor

O absoluto primado da Graça (chamado e resposta) na vocação encontra-se na palavra de Jesus no Evangelho de São João: “Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi a vós, e vos destinei para que vades e deis fruto, e para que o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo o que pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo conceda.” (Jo 15,16).

Por isso a vocação é um Dom da Graça Divina, e jamais um direito do homem; da mesma forma que não se pode considerar a vida sacerdotal como uma proposta meramente humana, nem a missão como um simples projeto pessoal.

Este Deus que por amor nos chama e nos interpela mantém sempre a sua fidelidade para conosco. Ele mantém firme a sua palavra e o seu compromisso. A parte de Deus sempre se realiza. Ele continua chamando homens e mulheres para segui-lo: como ontem, hoje e sempre, Deus vai precisar de nós, em nossa pobreza para continuar a sua obra salvadora no meio da humanidade. Mas, como já vimos antes, a vocação exige a sua concretização na nossa resposta. É só conferir a Sagrada Escritura, que é Dicionário Vocacional, para percebermos claramente isso. Deus não quis e não quer salvar o mundo sozinho.

No livro do Êxodo, 3,13-24; 4,1-18 notamos o belíssimo diálogo de Deus (que chama Moisés para libertar o povo da escravidão do Egito, e Moisés, que depois de muito discernimento e relutância responde). O povo foi liberto.

No Novo Testamento: “Chamou aqueles que quis e estes foram ter com Ele” (Mt 3,1). E eis os casos de Pedro e André, Tiago e João:

“Caminhando (Jesus) ao longo do mar da Galiléia, viu dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão, que lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores, e disse-lhes: Segui-me e eu farei de vós pescadores de homens. Eles, imediatamente, deixadas as redes, o seguiram.” (Mt 4, 18-20)

“Passando adiante, viu outros dois irmãos, Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estavam numa barca juntamente com seu pai, Zebedeu, consertando as suas redes, e chamou-os. Eles imediatamente, deixando a barca e o pai, o seguiram.” (Mt 4, 21-22)

É sempre assim; na vocação resplandece o amor gratuito de Deus e a exaltação mais alta possível da liberdade do Homem. O chamado de Deus e a resposta livre do homem. É o Deus que nos chama porque ama, e respondemos porque amamos.

A Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo – ESTIGMATINOS

A Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo é um instituto religioso da Igreja Católica, e foi fundada por São Gaspar Bertoni em Verona, Itália, no 04 de novembro de 1816. É formada por padres, diáconos e irmãos religiosos, conhecidos por “Estigmatinos”.

Um religioso é um cristão que se consagra a Deus, por toda a sua vida, para mostrar a alegria antecipada do Reino dos Céus, por meio dos votos de Pobreza, Castidade e Obediência, e vive numa comunidade de religiosos da mesma Congregação para trabalhar na Igreja, de acordo com o Carisma desta mesma Congregação.

Assim, os Estigmatinos existem na Igreja para serem: Missionários Apostólicos a serviço dos Bispos

  1. Pregadores da Palavra de Deus
  2. Formadores de Padres e Irmãos Religiosos
  3. Formadores da Juventude

Para maiores informações sobre nossa Congregação, consulte outras páginas deste site: História Brasão Patronos Sagrados Estigmas Missões

Como se forma um Religioso Estigmatino

O religioso Estigmatino é formado em casas próprias da Congregação, isto é, em seminários. Ali ele recebe a formação religiosa. Nos colégios e faculdades recebe a formação intelectual.

Diariamente participa da Santa Missa, Meditação e Ofício Divino. Além das aulas, dedica algumas horas aos estudos e às palestras formativas.

Aos sábados e domingos trabalha no apostolado: catequese, juventude, culto, cursos, etc. Há ainda tempo para lazer e diversão sadia.

Após o ensino médio, o futuro Estigmatino faz 3 anos de Filosofia, 1 de Noviciado e 4 de Teologia.

O período do ano correspondente ao 3º ano de Filosofia é chamado Postulantado. Nesse período o religioso recebe uma formação mais profunda na vida religiosa, como estágio preliminar ao Noviciado.

O religioso em formação deve fazer duas profissões de votos: a primeira, referente aos votos temporários, é feita após o noviciado; e a segunda, relativa aos votos perpétuos, é feita após quatro anos de votos temporários.

As profissões de votos são um compromisso solene feito a Deus de seguir os conselhos evangélicos propostos por Jesus Cristo de pobreza, castidade e obediência, por meio de uma doação total a Cristo e à Igreja. São modos de realização humana e de integração entre os homens, pois os votos são meios para se alcançar o fim: a Caridade.

O religioso de votos perpétuos que estiver se preparando para ser padre recebe, após o término do curso de Teologia, a ordenação diaconal, e posteriormente a ordenação presbiteral.

Como iniciar a caminhada vocacional

Se você se sente chamado por Deus para a vida consagrada e religiosa, e, dentro deste contexto, deseja ser Padre ou Irmão Estigmatino, teremos prazer em ajudá-lo a discernir a sua vocação e acompanhá-lo na sua caminhada vocacional.

A idade máxima para início de uma caminhada vocacional na Congregação dos Sagrados Estigmas é de trinta anos.

A nossa Pastoral Vocacional faz um acompanhamento personalizado de cada candidato para o ingresso na Congregação, constituído de: entrevistas, comunicação por correspondências, visita à família, dois encontros vocacionais (junho e novembro), além da exigência de uma atuação no trabalho pastoral na comunidade de origem. Os candidatos que concluíram o 2º ano colegial, após uma “entrevista” com um membro da equipe de formação tomarão a decisão, conjuntamente com a Congregação, sobre o ingresso no Seminário.

Casas de formação

Nossas casas de formação estão assim constituídas: propedêutico (um ano) e Filosofia (três anos) em Goiânia – GO, noviciado (um ano) em Uberaba – MG e teologia (quatro anos) em belo Horizonte – MG.

Nosso endereço

O endereço do Secretariado Vocacional Estigmatino localiza-se no Centro Estigmatino de PastoraL – CEP: Av. W5 Quadra 905 Sul. CEP 70 390 050. Brasília – DF. Igreja Santa Cruz e Santa Edwiges. Fone: 61 3242 0160 ou 61 8347 4342 (TIM) falar com Pe. Divino Caixeta, css, Animador Vocacional Provincial.