Missões

O que são Missões

Conceitos Iniciais: A Missão da Igreja

A Igreja é povo de Deus, comunidade constituída por comunidades, que lutam pela vida a partir de sua fé. A natureza missionária tem sua origem no envio do Filho e na missão do Espírito Santo, segundo o desígnio de Deus Pai. Sua estrutura é trinitária porque ela é povo de Deus, corpo do Senhor e templo do Espírito Santo.

MissõesA missão da Igreja no mundo é convocar a humanidade inteira para a defesa da vida das criaturas e da criação de Deus. Essa missão de convocação e restauração representa um exercício permanente de abertura e inovação, uma luta histórica contra a exclusão e o conformismo, iluminada pelo Espírito Santo, fonte e princípio de vida, que rejuvenesce, purifica e renova a Igreja.

Já que a Igreja é “por natureza” missionária, sua missão nas comunidades cristãs, ou seja, a sua ação pastoral, é sempre “pastoral missionária”. O povo de Deus, a quem cabe a “missão evangelizadora”, é um povo santo e pecador. Cada dia há de converter-se à Palavra da Verdade. O advento do Reino exige da Igreja um “estado penitencial” permanente (cf. Mc 1,14s), renovando-se e purificando-se incessantemente sob a direção do Espírito Santo.

 

Missoes 2 A missão da Igreja consiste essencialmente em evangelizar, isto é, fazer chegar a todos a “Boa Nova” do amor misericordioso de Deus que Jesus Cristo tão perfeitamente anunciou. A sua dimensão missionária fundamenta-se no amor e na força de Deus, procurando abrir caminhos de vida e esperança, de resistência e luta no mundo em que vivemos. Toda comunidade cristã, pelas “Santas Missões”, revigora o seu zelo apostólico, aprofunda as raízes da fé, testemunha os valores evangélicos e, acima de tudo, propõe-se a oferecê-los em plenitude aos irmãos e irmãs que ainda não conhecem Jesus Cristo.

 

Missões ao Mundo e Missões Populares
missoes_04a
Sob o ponto de vista religioso, a palavra “Missões” pode ter dois sentidos diferentes. O primeiro refere-se ao trabalho exercido pela Igreja em terras de pagãos, a fim de anunciar-lhes Jesus e seu Evangelho. O segundo compreende uma série ordenada de pregações, palestras e celebrações, no intuito de afervorar a vida religiosa do povo já evangelizado e cristão. Estas são chamadas “Missões Populares“.

Os Estigmatinos realizam missões, no primeiro sentido, ao se expandirem para novos horizontes. A pequena comunidade dos Estigmas, que foi o núcleo da Congregação, em Verona, em 1816, foi aos poucos se expandindo por outros lugares da  Itália e para outros países, tanto que, hoje, atua em quinze países (veja Localização no Mundo).

Mas, especialmente, no segundo sentido, o das chamadas Missões Populares, os Estigmatinos as realizam em continuidade às atividades missionárias de Pe. Gaspar, como pregador da Palavra de Deus nas missões ao povo na Paróquia de São Firmo (veja O Carisma Estigmatino).

Inspirado nas Missões Populares de São Firmo, Pe. Gaspar quis que os seus filhos fossem Missionários Apostólicos, divulgadores da mensagem do Evangelho, em toda parte, e assim deixou-nos como herança, fortemente enraizado no carisma Estigmatino, este caráter missionário, inserido no lema da Congregação: Missionários Apostólicos em auxílio aos Bispos
 

 “Ó Pai, que suscitastes na Igreja famílias religiosas, a fim de que a diversidade dos carismas revelasse a riqueza dos vossos dons; assisti nossa Congregação para que, fiel ao espírito do Fundador, coopere com entusiasmo na edificação do vosso Reino.”

 

Bibliografia: